Pesquisa de Imagem do STJ é prorrogada até 26 de novembro



Foi prorrogado até o próximo dia 26 o prazo para participação na Pesquisa de Imagem do Superior Tribunal de Justiça (STJ), parte de um projeto estratégico coordenado pela Ouvidoria da corte.

A pesquisa é aberta a todos os cidadãos e realizada de forma anônima. Foram disponibilizados questionários específicos para cada público: um para magistrados e servidores da Justiça; outro para advogados, membros do Ministério Público e da Defensoria Pública; e um para o público em geral.

Para responder à pesquisa, acesse o link correspondente:

Pesquisa de Imagem do STJ para magistrados e servidores

Pesquisa de Imagem do STJ para advogados, membros do MP e defensores públicos

Pesquisa de Imagem do STJ para cidadãos

A iniciativa busca aferir a percepção da sociedade sobre a instituição – como ela é vista e o quanto é conhecida.

Para o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, o diálogo com a sociedade é prioridade. "Faz parte da nossa missão e dos nossos valores. Entendemos que só se constrói um país justo e fraterno quando os atores sociais conhecem e se envolvem no trabalho desenvolvido pelo Estado. Queremos ouvir a voz do povo brasileiro, queremos ouvir a voz da democracia", declarou.

Na execução da pesquisa, o STJ conta com o apoio da Fundação Getulio Vargas (FGV) – instituição com a qual a corte firmou acordo de cooperação técnica no início da atual gestão.